quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

4º Feira de Trocas Solidárias - Edição natalina





A ong SAHUDE promove mais uma feira de trocas solidárias e convida a todos para esse momento.

As Feiras de Trocas Solidárias são espaços que tem o intuito de organizar e tornar permanentes as trocas de mercadorias e serviços e saberes para o desenvolvimento de uma comunidade local.
 
Como funciona?

Como se trata de um acontecimento lúdico e pontual (que, obviamente, pode ser reproduzido e aplicado em diversos contextos) e, para facilitar a dinâmica, faremos uma feira de trocas de objetos e serviços.

Os convidados levarão para a feira objetos em perfeitas condições de uso, mas que por alguma razão não lhes servem mais ou estão esquecidos em algum canto triste da casa. São objetos que não estão sendo úteis para você, mas que podem ser úteis para outras pessoas, ou seja, cds, filmes, livros, objetos de decoração, artesanatos, pinturas, poesias, desenhos, fotografias, brinquedos, roupas, ferramentas etc..

Além de objetos, os participantes podem ofertar também serviços e saberes como, por exemplo, reiki, massagem, acupuntura, trabalhos técnicos, oficinas etc.. Estes serviços devem ser anunciados numa folha em branco diante das respectivas 'bancas' da feira.

IMPORTANTE: Quanto mais objetos os participantes puderem levar mais rica fica a atividade pois:

- aumenta as possibilidades de interação
- pedagogicamente é uma atividade que pode ser aplicada a qualquer contexto coletivo.
- criação de outras relações de valor e consumo
- exercita o desapego
- renova energias paradas
- você não vai gastar nem um real e volta pra casa com a mochila cheia de 'compras' .. hehe

Simbóra!
Equipe Ong Sahude


Observações importantes:

1. Nessa feira natalina, teremos uma novidade: faremos uma FEIRA DE TROCAS DE BRINQUEDOS simultaneamente à feira convencional. Teremos duas equipes responsáveis para sincronizarmos a atividade com harmonia e fluidez.
2. Entre 15h30 e 16h faremos uma roda de conversa para esclarecermos sobre a proposta e o funcionamento de uma Feira de Trocas. Iniciaremos a feira pontualmente às 16h.
3. O local de realização será próximo ao palanque que fica seguindo à esquerda, logo após entrar no parque (qualquer dúvida, perguntar na portaria).
4. Quanto mais produtos os participantes puderem levar para trocar, mais dinâmica e divertida será a atividade. Para expor seus produtos e/ou serviços, lembrem-se de levar uma canga para organizar seu 'stand' de trocas.
5. Pedimos que os participantes levem alimentos (frutas, sucos etc.) para compartilharmos no momento final da feira.
6. Ao final, teremos também uma celebração musical para confraternizar e descontrair, portanto, instrumentos musicais serão muito bem vindos.

Qualquer dúvida: (79) 9121-0101, (079) 8852-1838
Um grande abraço e até lá!

sábado, 23 de novembro de 2013

CÍRCULO DOS OGÃS RECEBERÁ PRÊMIO ABDIAS DO NASCIMENTO 2013

Luiz Melo recita na Roda de leitura "Combate ao Racismo", 25/9/2013


O Círculo dos Ogãs foi selecionado para receber prêmio Abdias do Nascimento 2013, na Assembléia Legislativa, próximo dia 29/11, a partir das 9 horas, por indicação da Deputada Conceição Vieira. O premio destacará iniciativas afro-sergipanas que tenham uma ressonância com toda a sociedade.

HISTÓRICO DO EVENTO

Thiago Fragata idealizou o evento Círculo dos Ogãs

Um evento para discutir questões étnico-raciais no centro histórico de São Cristóvão, ex-capital que nos tempos coloniais fez do catolicismo e da burocracia administrativa as instituições hegemônicas, assim foi concebido o Círculo dos Ogãs por Thiago Fragata, diretor do Museu Histórico de Sergipe. Ele afirma "idealizei o evento em 2010, na euforia de transformar a Praça São Francisco em cenário de todas as religiões, especialmente, as religiões de matriz africana".

Cartaz do IV Círculo dos Ogãs. Arte: Rafael Oliva/SECULT

Na sua primeira edição (2010), com o tema "Africanidade e resistência em São Cristóvão", o evento reuniu representação dos terreiros locais para palestras, exposições, missa ecumênica e ato público na Praça São Francisco. Este ano o Museu Histórico de Sergipe e a Secretaria Estadual de Cultura (SECULT) foram agentes realizadores, com o apoio da Prefeitura Municipal de São Cristóvão e Casa do IPHAN.


Cartaz II Círculo dos Ogãs. Arte: Mentefertil

Em 2011 a ong Sociedade para o Avanço Humano e Desenvolvimento Ecosófico (SAHUDE) assumiu a maior parte das demandas para realização do evento, dividindo com o Museu Histórico de Sergipe/SECULT sua realização. Definido o tema "Matrizes da religiosidade brasileira" firmou-se parceria com o Núcleo de Graduação em Ciências da Religião (Departamento de Ciências Sociais/UFS), Prefeitura Municipal de São Cristóvão e Casa do IPHAN.


Cartaz III Círculo dos Ogãs. Arte: Gladston Barroso.
 
Dada a magnitude do evento e as dificuldades, a partir da terceira edição (2011), a ong Sociedade para o Avanço Humano e Desenvolvimento Ecosófico (SAHUDE) assumiu a realização do evento. A ong SAHUDE conseguiu via parceria com Secretaria de Estado da Cultura (SECULT), Ong Ação e Cidadania João Bebe-Água (ACIJOBA), Prefeitura Municipal de São Cristóvão e Casa do IPHAN, o apoio necessário para realização das palestras, exposições, mostras de video, roda de leitura e apresentações culturais. O Museu Histórico de Sergipe consolidou-se enquanto sede do evento.

O III Círculo dos Ogãs apresentou o tema "Africanidade na cidade", expondo e discutindo elementos do patrimônio cultural dos centros urbanos que nos remete a herança africana. Exemplo: samba, hip-hop, capoeira, etc.



Cartaz IV Círculo dos Ogãs. Arte: Gladston Barroso.

No corrente ano, O IV Círculo dos Ogãs foi dedicado a "Lei 10.639/2003: uma década de experiências". Suas atividades foram divididas em 3 módulos (I - 25 de setembro; II - 27 de outubro; III - 19, 20 e 22 de novembro). Realizado com a Associação Cultural Amigos do Museu Histórico de Sergipe - criada em setembro de 2012 - , teve como parceiros a Casa do IPHAN, a Secretaria de Estado da Cultura (SECULT), a ACIJOBA, a UNEGRO/SE, o Núcleo da Diversidade Cultural (NEDIC/SEED-SE), o Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (NEAB/UFS) e a Diretoria Regional de Educação (DRE 8/SEED-SE).


Show Kleber Melo e Futuros Ogãs, 20/11/2013.

Conferência Lei 10.639/2003, com Prof Robson Anselmo, 19/11/2013

BALANÇO DAS ATIVIDADES

De acordo com Viviane Lima, Presidente da ong SAHUDE "Como dado objetivo, o evento Círculo dos Ogãs realizou em apenas 4 (quatro) edições, um conjunto de atividades que revela o merecimento do prêmio Abdias do Nascimento".

1 culto ecumênico
1 mapeamento dos terreiros de São Cristóvão
2 rodas de capoeira (regional e angola)
2 espetáculos de dança afro
2 círculos da Paz na Praça São Francisco
3 rodas de leituras temáticas
3 shows
4 exposições temporárias
18 palestras

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Audiência Pública em pró do parto humanizado terá representante da SAHUDE




A atual realidade obstétrica do Brasil tem sido amplamente debatida não só por profissionais da saúde, mas principalmente por homens e mulheres envolvidos na luta pelo direito ao parto humanizado. O alarmante crescimento no número de partos cesarianos ou com intervenções traumáticas tem sido o ponto de partida para que cada vez mais mulheres questionem os atuais paradigmas que envolvem o parto cesariano, suas justificativas e a violência obstétrica que muitas mulheres chegam a sofrer na sala de parto.

Esse e outros temas serão os pontos norteadores de uma Audiência Pública que será realizada na próxima quinta, 21, às 14h30, na Assembléia Legislativa de Sergipe. Sob o tema “Parto Humanizado por um Nascimento sem Violência”, a Audiência será realizada pela Comissão de Saúde a pedido do Coletivo Parto Ativo em Sergipe.

Além da violência obstétrica e o parto humanizado, o espaço também será norteado por reflexões acerca da atual situação das maternidades e o Pré-Natal na Rede de Atenção Básica de Sergipe, a necessidade de reativar o protagonismo feminino no parto e a regularização das doulas – mulheres que oferecem suporte afetivo, físico e emocional às gestantes antes, durante e após o parto.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

IV CÍRCULO DOS OGÃS ACONTECE EM SÃO CRISTÓVÃO



Acontece entre os dias 19, 20 e 22/11 (terça a sexta) o terceiro módulo do IV Círculo dos Ogãs, no Museu Histórico de Sergipe, em São Cristóvão, que discute a "A lei 10.639/2003 - uma década de experiências''.

TERCEIRO MÓDULO DO IV CÍRCULO DOS OGÃS

PROGRAMAÇÃO
 

19 DE NOVEMBRO
 

19:00 Hs
Ilê Axê (Show)
Grupo Afro do Colégio Estadual Deputado Elísio Carmelo (Programa Mais Educação). Instrutor Edivanilson Santos
Local: Praça São Francisco

19:20 Hs
Guerreiras Africanas - A lenda das sereias
Espetáculo do Grupo de Dança e Percussão da Escola de Artes Valdice Telles (FUNCAJU). Instrutores: Cleane Silva e Marcos Mancada

20:00 Hs
“A democratização da Educação a partir da Lei 10.639/2003” - Conferencia de abertura
Prof. Msc. Robson Anselmo - Graduado em Arte-Educação pela Universidade Federal de Sergipe, Mestre em Educação pela mesma universidade, Coordenador do instituto Braços.
Local: Museu Histórico de Sergipe


DIA 20 DE NOVEMBRO

local: Museu Histórico de Sergipe

14:00Hs
MESA REDONDA “Olhar retrospectivo: memória institucional a partir da Lei 10.639/2003”

NEDIC: memória institucional, as atividades
Prof. Marcos Vinicius dos Anjos
Licenciado em História (UFS), Especialista em docência universitária, professor da Rede Pública Estadual desenvolvendo atividade de Técnico no Núcleo da Educação, da Diversidade e Cidadania (NEDIC/DED/SEED). Professor Assistente da Faculdade São Luís de França.

UNEGRO/SE: memória institucional, as atividades
Andrey Roosewelt Chagas Lemos
Licenciado em História pela Universidade Tiradentes, Especialista em Ensino de História pela Faculdade São Luís de França, Coordenador Nacional LGBT da UNEGRO - União de Negros pela Igualdade e membro do Fórum Estadual de Educação – FEE.

A contribuição do Ponto de Cultura Amorim Rima (São Paulo) na implementação da Lei 10.639/03"
Mariana Galvão 


 
15:30 Hs
“Na minha escola a Lei 10.639/2003 acontece”. Lançamento da Exposição Temporária com intervenção artística de alunos.

16:00 Hs
Futuros Ogãs & convidados (Show)
Apresentação da Oficina Cultural Futuros Ogãs, com o percussionista Camafeu de Xangô e convidados.

22 DE NOVEMBRO

Local: Museu Histórico de Sergipe

16:00Hs 

CAIXA D'ÁGUA: Qui-lombo é esse?
Exibição do Documentário da cineasta Everlane Moraes e debate.

DESEJA PARTICIPAR DO TERCEIRO MÓDULO DO IV CÍRCULO DOS OGÃS (19, 20 E 22/11)?? 
FAÇA SUA INSCRIÇÃO


O público-alvo do IV Círculo dos Ogãs são professores e universitários. Os interessados em fazer inscrição para participar do terceiro módulo (dia 19, 20 e 22 de novembro) deve enviar nome, instituição e fone para o e-mail: museuhsergipe@gmail.com

A inscrição é gratuita. Todo participante receberá certificado.


O Círculo dos Ogãs é uma realização da Ong Sociedade para o Avanço Humano e Desenvolvimento Ecosófico (SAHUDE) e Associação Cultural Amigos do Museu Histórico de Sergipe (ACAMHS) e tem o apoio do Museu Histórico de Sergipe/SECULT; do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN/SE), da UNEGRO/SE, do Núcleo da Educação, da Diversidade e Cidadania (NEDIC/DED/SEED), Ponto de Cultura Circo-lando, Projeto Futuros Ogãs e do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB/UFS – CECH).

terça-feira, 12 de novembro de 2013

CIRCULINHO DOS ERÊS E MESA REDONDA MARCAM SEGUNDO MÓDULO DO IV CÍRCULO DOS OGÃS


A palavra Erê vem do yorubá, iré, que significa “brincadeira, divertimento”. Daí a expressão siré que significa “fazer brincadeiras”. Nas tardes do dia 22 e 23 de outubro, ocorreu na Casa do IPHAN de São Cristóvão o Circulinho dos Erês, atividade educativa da ong Sociedade Para o Avanço Humano e Desenvolvimento Ecosófico (SAHUDE), coordenada por Flavia Santana com o apoio de Thiago Fragata, diretor do Museu Histórico de Sergipe.

As Crianças da Escola Municipal de Ensino Infantil Gina Franco participaram das tardes de descontração e aprendizado, discutindo temas como nascer negro, ser criança negra, ser distratado por ser negro, preconceito e racismo a partir de desenhos animados e contos africanos.

Da perfeita interação entre mediadores e plateia surgiram questões como "meu cabelo é ruim?", "macumba é coisa de satanás?" que foram tratados a luz da compreensão, da fraternidade e do conhecimento da cultura africana.

SEGUE FOTOS:










O QUÊ MINHA ESCOLA FEZ, VAI FAZER NA SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA?

Na tarde do dia 25 de novembro, ocorreu outra atividade do IV Círculo dos Ogãs, dessa vez no auditório do Museu Histórico de Sergipe. O professor  Marcus Vinicius (NEDIC/FSLF) explanou sobre metodologia e funcionamento das escolas quilombolas de Sergipe dos municípios de Estância, Laranjeiras e Brejo Grande.
 
Na sequência, as professoras Ana (Colégio Estadual Deputado Elísio Carmelo) e Irani (Colégio Estadual Padre Gaspar Lourenço) falaram dos projetos das unidades de educação que estavam representando. A primeira exaltou o projeto da Semana da Consciência Negra que este ano tematiza "A Beleza Negra" como ponto de auto-estima por isso muito importante na juventude; e que para além de um desfile tratará do negro no mercado de trabalho, ainda levará alunos para conhecer um terreiro de candomblé. A segunda, lamentou a extinção do projeto didático/social "Cultura da Senzala" mas espera concretizar ainda este ano o projeto "Sementes de Zumbi", focado na história de luta e símbolo da liberdade.



DESEJA PARTICIPAR DO TERCEIRO MÓDULO DO IV CÍRCULO DOS OGÃS (19, 20 E 22/11)??
FAÇA SUA INSCRIÇÃO

O público-alvo do IV Círculo dos Ogãs são professores e universitários. Os interessados em fazer inscrição para participar do terceiro módulo (dia 19, 20 e 22 de novembro) deve enviar nome, instituição e fone para o e-mail: museuhsergipe@gmail.com
A inscrição é gratuita. Todo participante receberá certificado.

O Círculo dos Ogãs é uma realização da Ong Sociedade para o Avanço Humano e Desenvolvimento Ecosófico (SAHUDE) e Associação Cultural Amigos do Museu Histórico de Sergipe (ACAMHS) e tem o apoio do Museu Histórico de Sergipe/SECULT; do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN/SE), da UNEGRO/SE, do Núcleo da Educação, da Diversidade e Cidadania (NEDIC/DED/SEED), Ponto de Cultura Circo-lando, Projeto Futuros Ogãs e do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB/UFS – CECH).

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

IV CÍRCULO DOS OGÃS

 
Quem perdeu o lançamento ainda pode se inscrever e participar. No próximo dia 1º. de novembro acontece no auditório do Museu Histórico de Sergipe, em São Cristóvão, a partir das 9 horas, o segundo módulo do IV Círculo dos Ogãs - Lei 10.639/2003: uma década de experiências”.

PROGRAMAÇÃO - SEXTA - 1/11/2013
9:00 Hs
Escola Quilombola: uma experiência de identidade na Mussuca, Laranjeiras/SE
Prof. Marcos Vinicius dos Anjos (NEDIC/FSLF)

9:30 Hs
"O que a minha escola planeja realizar na semana da consciência negra 2013?"
Equipe pedagógica do Colégio Deputado Elísio Carmelo
Diretora: Maria Rita Santos
Equipe pedagógica do Colégio Padre Gaspar Lourenço
Diretora: Georgina Nery
10:30 Hs
Reprise da Exposição Temporária
Praça São Francisco, Patrimônio da Humanidade: o processo da conquista - módulo especial com prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade 2013

FAÇA JÁ SUA INSCRIÇÃO
O público-alvo do IV Círculo dos Ogãs são professores e universitários. Os interessados em fazer inscrição para participar do módulos II (dia 26 de outubro, sábado, manhã) e do módulo III (dias 19, 20 e 22 de novembro) deverá enviar nome, instituição e fone para o e-mail: museuhsergipe@gmail.com
A inscrição é gratuita. Todo participante receberá certificado.


O Círculo dos Ogãs é uma realização da Ong Sociedade para o Avanço Humano e Desenvolvimento Ecosófico (SAHUDE) e Associação Cultural Amigos do Museu Histórico de Sergipe (ACAMHS) e tem o apoio do Museu Histórico de Sergipe/SECULT; do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN/SE), da UNEGRO/SE, do Núcleo da Educação, da Diversidade e Cidadania (NEDIC/DED/SEED), Ponto de Cultura Circo-lando, Projeto Futuros Ogãs e do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB/UFS – CECH).

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Ong Sahude promove a I Feira de Trocas para crianças em Aracaju!




Ong Sahude participa de movimento por um Dia das Crianças diferente


Campanha incentiva a realização de diversas feiras de troca de brinquedos na semana do Dia das Crianças, com o objetivo de estimular práticas de consumo colaborativo entre crianças

Ao invés de comprar, trocar. É essa a proposta da Feira de Trocas, que será realizada em Aracaju no próximo dia 13 de outubro, parte de um movimento nacional que está levantando a bandeira de um Dia das Crianças diferente.

A campanha foi lançada pelo Instituto Alana, que está acompanhando pela internet (http://feiradetrocas.alana.org.br) a idéia se espalhar por todo o Brasil. Além de ser uma atividade divertida, as feiras de troca possibilitam entrosamento e socialização entre os pequenos.  

Muito mais do que trocar brinquedos que já não interessam como antes, a experiência é enriquecedora por dar novos significados a objetos antigos e afirmar que as relações não precisam ser pautadas na compra.

O evento em Aracaju está sendo organizado pela Ong Sahude e acontecerá no dia 13 de outubro, às 15 horas, no Parque da Sementeira. Além da Sahude, contaremos com o apoio da Aliança pela Infância e da Trupe Brinquedolê. Confira nossa programação:

14h30: Acolhimento e preparativos – Ong Sahude e Brinquedolê
15h00: Rodas de conversa sobre as regrinhas da feira – Ong Sahude e colaboradores
15h15: Início da feira – Todos
16h30: Contação de histórias – Ong Sahude
16h45: Brincadeiras e danças de roda – Aliança pela Infância
17h15: Encerramento


Mais informações:

9105-5467 / 9121-0101

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

IV Círculo dos Ogãs é lançado com Mesa Redonda sobre a Lei 10639/2003

Cartaz do IV Círculo dos Ogãs


A Mesa Redonda “A Lei 10639/2003, os professores e o IV Círculo dos Ogas” fez parte da programação da VII Primavera dos Museus organizada pelo Museu Histórico de Sergipe no dia 25 de setembro. Para a ong Sociedade para o Avanço Humano e Desenvolvimento Ecosófico (SAHUDE) e a Associação Cultural Amigos do Museu Histórico (ACAMHS), instituições realizadoras do IV Círculo dos Ogãs que este anos trás o tema “ Lei 10.639/2003: uma década de experiências”, o evento representou a abertura das atividades ou o primeiro módulo. 

MOMENTOS DO PRIMEIRO MÓDULO DO IV CÍRCULO DOS OGÃS
Marcos Vinicius falou da cartilha lançada pelo NEDIC em 2011

Cartilha com sugestões de práticas baseadas na lei foi sorteada

professores e universitários prestigiaram o evento
Sonia Oliveira fez reflexão a partir da sua experiência nas escolas

Maria Batista mostrou necessidade de trabalhar a lei pois sociedade é preconceituosa

FAÇA JÁ SUA INSCRIÇÃO
O público-alvo do IV Círculo dos Ogãs são professores e universitários. Os interessados em fazer inscrição para participar do módulos II (dia 26 de outubro, sábado, manhã) e do módulo III (dias 19, 20 e 22 de novembro) deverá enviar nome, instituição e fone para o email: museuhsergipe@gmail.com até dia 25 de outubro. A inscrição é gratuita. Todo participante receberá certificado.
 
O IV Círculo dos Ogãs Museu Histórico de Sergipe/SECULT; do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN/SE), da UNEGRO/SE, do Núcleo da Educação, da Diversidade e Cidadania (NEDIC/DED/SEED), Ponto de Cultura Circo-lando, Projeto Futuros Ogãs, da Diretoria Regional de Educação 8 (DRE'8/SEED) e Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB/UFS - CECH).

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

LANÇAMENTO DO IV CÍRCULO DOS OGÃS - Lei 10639/2003: uma década de experiências


O Instituto Brasileiro de Museus propôs para a VII Primavera dos Museus o tema "Museus, memória e cultura afro-brasileira". O Museu Histórico de Sergipe, vinculado a Secretaria de Estado da Cultura, fará um dia de programação (25 de setembro) em parceria com a ong Sociedade para o Avanço Humano e Desenvolvimento Ecosófico (SAHUDE), Associação Cultural Amigos do Museu Histórico de Sergipe (ACAMHS) e outras instituições. 


PROGRAMAÇÃO - QUARTA - 25 DE SETEMBRO
LOCAL: MUSEU HISTÓRICO DE SERGIPE

RODA DE LEITURA

9Hs - Uma roda de leitura para discentes irá refletir o tema “combatendo racismo”, em pauta os 50 anos do discurso de Martin Luther King e a poesia engajada de João Sapateiro, Luiz Melo, Solano Trindade, Castro Alves, Éle Semog e José Carlos Limeira. 

EXPOSIÇÃO 

11hS - Será lançada a exposição temporária “Sob um céu azul um mundo caótico e injusto”, de Nelsino Pastor. Curadoria de Nivaldo Oliveira. 


MESA REDONDA IV CÍRCULO DOS OGÃS - MÓDULO 1

14Hs - Os palestrantes Sônia Oliveira Santos, Andrey Roosewelt Chagas Lemos, Maria Batista Lima e Marcos Vinicius Melo dos Anjos compartilharão com professores e universitários sugestões e práticas baseadas na Lei 10.639/2003. Este momento representa o primeiro módulo do IV Círculo dos Ogãs "Lei 10639/2003: uma década de experiências". Outros dois módulos acontecerão em outubro (26/10) e novembro (20/11), totalizando carga horária 15Hs. A participação nos 3 momentos garante certificado e a inscrição é gratuita.

INSCRIÇÃO: Os interessados devem enviar nome, instituição e fone para o email: museuhsergipe@gmail.com

sábado, 14 de setembro de 2013

Ong Sahude realiza Feira de Trocas Solidárias em Aracaju




Na sua terceira edição, a Feira de Trocas Solidárias, promovida pela Ong Sahude, acontece no próximo domingo (15/09) às 15h30, no Parque da Sementeira, em Aracaju. A Feira de Trocas é uma oportunidade para que os participantes reflitam sobre suas lógicas de consumo habituais e usufruam desse espaço para, sem o uso de dinheiro, trocar produtos e serviços diversos. Ao final da atividade, teremos uma celebração com muita música e lanches.

Saiba um pouco mais sobre as Feiras de Trocas:

As Feiras de Trocas Solidárias são espaços que tem o intuito de organizar e tornar permanentes as trocas de mercadorias e serviços e saberes para o desenvolvimento de uma comunidade local.

Sua proposta parte da busca de respostas à falta de dinheiro oficial, Reais, nas regiões empobrecidas pelo atual modelo de desenvolvimento econômico. Seu objetivo é tornar a troca de produtos, serviços e saberes permanente e organizada e, assim, construir um mercado complementar ao oficial capaz de ajudar a viabilização da comercialização dos produtos gerados por pessoas ou grupos produtivos “nascentes” e também facilitar o acesso de pessoas pobres ao consumo de produtos e serviços gerados na região.


Quer organizar uma Feira também? Seguem algumas dicas:

Os convidados levarão para a feira objetos em perfeitas condições de uso, mas que por alguma razão não lhes servem mais ou estão esquecidos em algum canto triste da casa. São objetos que não estão sendo úteis para você, mas que podem ser úteis para outras pessoas, ou seja, cds, filmes, livros, objetos de decoração, artesanatos, pinturas, poesias, desenhos, fotografias, brinquedos, roupas, ferramentas etc..

Além de objetos, os participantes podem ofertar também serviços e saberes como, por exemplo, reiki, massagem, acupuntura, trabalhos técnicos, oficinas etc.. Estes serviços devem ser anunciados numa folha em branco diante das respectivas 'bancas' da feira.


Um grande abraço!

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Resultado final da seleção de oficineiro de circo para o Ponto de Cultura Circulando


Resultado final da seleção do Edital Sahude 001/2013 para oficineiro de circo do Ponto de Cultura Circolando. Ordem de classificação:

1. Alysson Nascimento
2. Sayuri Silva
3. Yuri Alves
 
Ressaltamos que o segundo e terceiro colocados estão classificados e podem vir a ser chamados neste ano, caso seja necessário, eliminando uma segunda seleção.

Agradecemos desde já a participação de todos e esperamos poder manter contato.

Comissão de seleção

domingo, 14 de julho de 2013

Seleção pública para oficineiro de artes circenses do Ponto de Cultura Circolando

Aconteceu neste último sábado - 13/07 - a seleção para oficineiro de circo do Ponto de Cultura Circolando. O edital foi lançado pela Sahude no dia 27/06 em caráter de urgência, por conta da necessidade de darmos início às atividades do plano de trabalho para o ano de 2013. Tivemos três candidatos inscritos e contamos com uma equipe de avaliação composta por Guilherme Belchior, Rubens Carvalho e Viviane Lima. Contamos também com a presença do garoto Robson, de oito anos, que participa das oficinas do Ponto e que foi responsável pelo registro fotográfico dos trabalhos de seleção. Os critérios adotados para avaliação dos candidatos foram: comunicação e desenvoltura, experiência em prática de ensino, experiência em projetos sociais, disponibilidade de horários, versatilidade. Acreditamos que a transparência é uma ferramenta indispensável no processo de gerenciamento de recursos públicos e no percurso sério e profissional que estamos construindo.


 Robson dando uma força no registro

 
Equipe de avaliação e candidata


 Entrevista com Sayuri


 Entrevista com Alysson

 



 Entrevista com Yuri



quinta-feira, 27 de junho de 2013

Edital simplificado de seleção para oficineiro de artes circences

Ponto de Cultura Circolando abre edital simplificado de seleção para oficineiro de artes circenses no período de julho de 2013 a janeiro de 2014. A oficina acontece aos sábados no povoado da Areia Branca na Escola Municipal Florentino de Menezes.

Para se candidatar a vaga o interessado deve ler o edital e enviar curriculum para o email sahude@hotmail.com. A seleção será simplificada e constará de uma única etapa: entrevista a ser realizada no dia 13 de julho de 2013.

Pode fazer o download acesse o link http://www.4shared.com/get/aUnvLZrc/EDITAL_SAHUDE_circo_2013.html ou solicite via email sahude@hotmail.com


Maiores informações no email sahude@hotmail.com ou 8852-1838 (Marcia)

quinta-feira, 2 de maio de 2013

SAHUDE NA ESCOLA REALIZOU RODA DE LEITURA

video


No dia Mundial da Terra (22 de abril), integrantes da Sociedade para o Avanço Humano e Desenvolvimento Ecosófico lançaram na Escola do Lar Imaculada Conceição (ELIC) o projeto SAHUDE NA ESCOLA através de uma roda de leitura. A data comemorativa que coincide com dia e mês da "descoberta do Brasil" surgiu nos Estados Unidos na década de 70, quando o senador Gaylord Nelson organizou o primeiro protesto nacional contra a poluição. Mas foi só a partir da década de 90 que a data se internacionalizou, ou seja, outros países também passaram a celebrar. 

Contação de estórias, músicas, leitura de poesias e trechos da carta do Cacique Seatlle (1854) animaram os alunos da unidade escolar que funciona no centro histórico de São Cristóvão.

Confira imagens

Thiago Fragata fez leitura do Cordel dos Bichos!

Viviane Lima, Presidente da ong SAHUDE, leu a Cartilha dos Crimes Ambientais!

Sérgio Lima e Flavinha Santana coordenaram a Dança da Terra

Todos participaram da Dança da Terra!

Crianças participaram da Dança da Terra

Thiago Fragata brincou de leitura e advinhação

Ensaio do teatrinho dos animais!

Alunos-atores do teatrinho dos animais!

Roda de leitura envolveu 4 turmas, cerca de 70 alunos

Equipe SAHUDE NA ESCOLA e Sandra, Coordenadora do ELIC